Notícias

Operário perde o jogo de ida e decide no Germano Krüger o acesso à Série B

O Operário Ferroviário perdeu para o Santa Cruz-PE por 1 a 0, na tarde deste domingo (19), pela partida de ida das quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série C. A partida aconteceu no Estádio do Arruda, em Recife.

 

No primeiro tempo, a equipe da casa conseguiu criar oportunidades e sair na frente. Aos 45 minutos, Vitor cobrou falta e marcou o gol da partida. Na segunda etapa, o alvinegro também criou chances e buscou o empate, mas não conseguiu marcar. O goleiro Simão fez grandes defesas e foi um dos destaques do jogo.

 

O Fantasma iniciou a partida com Simão, Léo, Alisson, Sosa, Peixoto, Chicão, Índio, Xuxa, Cleyton, Lucas Batatinha e Bruno Batata. Ainda no primeiro tempo, Índio saiu sentindo e foi substituído por Erick. No segundo tempo, entraram Quirino e Robinho para saída de Lucas Batatinha e Cleyton.

 

Em entrevista coletiva, o técnico Gerson Gusmão avaliou o desempenho da equipe no jogo. “A gente não estava bem no primeiro tempo. Tivemos uma alteração no posicionamento logo nos primeiros 10, 15 minutos. Mesmo não jogando bem no primeiro tempo, controlamos o adversário. Uma pena ter sofrido o gol, mas mérito do Vitor, do Santa Cruz. Sabíamos que no segundo tempo passaríamos a ser mais ofensivos. Melhoramos a nossa marcação e conseguimos criar situações de gols. Agora temos uma semana de preparação, vamos jogar em casa e temos totais condições de converter esse placar. Agora é a vez da nossa torcida, que eu tenho certeza que vai comparecer e será muito importante para buscarmos o resultado”.

 

O próximo jogo entre Operário e Santa Cruz, com a definição da equipe que sobe para a Série B do Campeonato Brasileiro, será no domingo (26), às 15h, no Estádio Germano Krüger.

 

 

FICHA TÉCNICA

 

Santa Cruz 1x0 Operário

Campeonato Brasileiro – Série C – Quartas de final – Partida de ida

Estádio do Arruda – 18/08/18 – 17h

 

Santa Cruz: Ricardo Ernesto, Vitor (Leandro Costa), Sandoval, Danny Morais, Allan Vieira, Willian Maranhão, Arthur Rezende (Charles), Carlinhos Paraíba (Mailton), Jailson, Robinho e Pipico. Téc: Roberto Fernandes

Banco: Lucas Silva, Augusto Silva, Eduardo, Eduardo Brito, Jeremias, Geovani, Genilson e Lima.

 

Operário: Simão, Léo, Alisson, Sosa, Peixoto, Chicão, Índio (Erick), Xuxa, Lucas Batatinha (Quirino), Cleyton (Robinho) e Bruno Batata. Téc: Gerson Gusmão

Banco: Matheus, Rodrigo, Romano, Serginho Paulista, Pedrinho, Gil Paraíba, Schumacher e Anderson Paraíba.

 

Gols: 1T 45’ Vitor (Santa Cruz)

 

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Árbitro Assistente 1: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ)

Árbitro Assistente 2: Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)

Quarto Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)