Notícias

Polônia comemora 100 anos de independência

No último domingo, 11 de novembro comemora-se os 100 anos da independência polonesa. Cerca de 200 mil pessoas, acompanhados pelo presidente e vários políticos do país, marcharam nas ruas da capital polonesa Varsóvia em comemoração à independência.  A marcha foi marcada por gritos de “Deus, honra e pátria”, lema escolhido para esse ano, alguns radicais também gritavam para a Polônia deixar a União Europeia.

A Polônia chegou a desaparecer dos mapas no fim do século XVIII, após as guerras napoleônicas o território da Comunidade das Duas Nações (País composto pela junção da Polônia e a Lituânia) foi dividida entre o Império Russo, a Prússia e o Império Austro-húngaro. A Polônia só recuperou   sua independência na Primeira Guerra Mundial, somente com os Impérios centrais sendo derrotadas pelos Aliados Ocidentais, o caos da Revolução Russa e o Tratado de Versalhes foi que a Polônia conseguiu restaurar sua independência.  

A Polônia esteve no centro dos maiores conflitos bélicos da Europa, por esse motivo, vários poloneses imigraram para as américas. No Brasil, os imigrantes assentaram principalmente na Região Sul. Estima-se que haja entre 4,9 milhões de descendentes de polacos no país.

Na noite de domingo, o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro foi iluminado com as cores vermelho e branco para homenagear os 11 anos de independência. a embaixadora Interina da República da Polônia, sra. Marta Olkowska, o adido militar, coronel da Aeronáutica Polonesa, Sr. Krzysztof Rojek, e esposa, a conselheira cultural da Embaixada da Polônia, sra. Aleksandra Luszczynska, além de membros da comunidade polonesa do Rio marcaram presença no local.