Notícias

Marabaixo é reconhecido como patrimônio cultural imaterial do Brasil

O Marabaixo foi reconhecido nesta quinta-feira (8) como patrimônio cultural imaterial do Brasil, pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). A decisão aconteceu no Museu histórico do Pará, em Belém por votação unânime. 

O Marabaixo é a principal manifestação cultural do Amapá, uma combinação de dança e musicas que nasceram dentro das senzalas de escravos negros. A Iphan levou em consideração que o Marabaixo traz referência ao modelo de vida dos amapaenses e é atualizado dentro da cultura do estado, o que contribui para a criação de uma identidade cultural para a população do Amapá. 

Junto com a divulgação do resultado, o Iphan divulgou uma nota defendendo a importância do Marabaixo, principalmente para os povos afrodescendentes:

“A origem do nome remete aos escravos que morriam nos navios negreiros; seus corpos eram jogados na água e os negros cantavam hinos de lamento mar abaixo e mar acima. Os negros escravizados passaram a fazer promessas aos santos que consagravam, e quando a graça era alcançada se fazia um Marabaixo. Sua herança é deixada de pai para filho, e está associada ao fazer religioso do catolicismo popular em louvor a diversos santos padroeiros”.