Notícias

Agressor de Jair Bolsonaro é transferido para Mato Grosso do Sul

O agressor ao candidato a presidência Jair Bolsonaro, foi transferido em um avião da Polícia Federal para um presídio em Campo Grande. Adélio Bispo de oliveira foi preso em flagrante por acertar em uma faca em Bolsonaro nesta quarta-feira (6).

Após a agressão, o Polícia prendeu Adélio em flagrante após o ataque. Nesta sexta-feira (7) durante a audiência de custódia, a juíza federal Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho, da 2ª Vara de Juiz de Fora, converteu a prisão em flagrante do suspeito em prisão preventiva, sem prazo determinado.

A Polícia Federal fez uma busca no apartamento de Adélio, mas não encontraram nada que tivesse ligação com o crime. Segundo informações da polícia, Adélio confessou o crime. Outras duas pessoas também estão sendo investigados pelo Polícia Federal, não há detalhes sobre a investigação. 

O ato ocorreu em Juiz de Fora, em Minas Gerais, durante a campanha de Bolsonaro. Após a facada, o candidato foi encaminhado para a UTI da Santa Casa de Juiz de Fora. A equipe médica constatou que a facada havia lesionado o intestino grosso e o delgado. Bolsonaro passou por cirurgia e seu estado é considerado estável. Um dos médicos que operou Bolsonaro afirmou que a previsão é que o candidato de uma semana a dez dias internado, em recuperação.